Componentes da motosserra

Como o próprio termo indica uma motossera é feita por uma serra que é operada mecanicamente por um motor, de modo que, à primeira vista, há duas partes distintas na motosserra: Um motor e um barra, chamada espada, que atua como suporte para a corrente de corte.

Motor
O motor pode ser elétrico ou a gasolina, neste último caso, de dois tempos. O motor da motosserra transfere energia para o pinhão, que é responsável de mover a corrente de corte. Contém a embreagem que destina-se a desligar o motor quando se arranca e fornece o equipamento que faz a corrente de corte girar.

Controles
O regulador de velocidade serve para fornecer um maior ou menor número de rotações do motor por minuto da motosserra.
A trava do acelerador da motosserra é um recurso de segurança que impede a operação involuntária.

Outros componentes da área de motores som o tanque de gasolina, filtro, ventilador e filtro de entrada e de ar para arrefecimento do motor de arranque.

Espada
A espada é a estrutura de barra que orienta a motosserra, na que a corrente se move durante o processo de corte.As espadas são feitas de aço de alta resistência e presentam alguns canais ou pistas. A utilização e lubrificação deficiente da esoada causa que as paredes do canal da barra causem um mau desempenho da cadeia.

Corrente
A corrente de corte das motosserras é formada por pequenos elos de metal. Entre as ligações presentam uma série de dentes curvos de tecnologia de ponta, que são responsáveis de "morder" a madeira durante o processo de corte da motosserra.
O dispositivo integra uma correntee um tensor da corrente, que permitem o ajuste da tensão de operação da serra para uma maior seguridade.

Tipos de motosserras

Segundo o tipo de alimentação é possível estabelecer dois grupos:

  • Elétrica
  • Gasolina


Motosserras elétricas

As motosserras elétricas são adequadas para uso doméstico pelas limitações impostas pela necessidade de ter em mãos uma tomada elétrica. Embora existam modelos no mercado com baterias de alto rendimento ainda que na prática cum aumento no peso da ferramenta e cum una potência limitada, na medida em que esse aumento leva a um aumento do consumo. Em contrapartida, as motosserras de bateria, são mais confortáveis porque a ausência do cabo evita possíveis incidentes e permite se concentrar exclusivamente no funcionamento da máquina.
As motoserras elétricas são fáceis de usar, geralmente mais baratas qie as de gasolina e têm a vantagem de ser menos ruidosas, um valor importante em ambientes domésticos.

Motosserras a gasolina

As motosseras a gasolina são adequadas para a maioria dos trabalhos profissionais. A versatilidade e variedade de modelos no mercado fazem que para usos particulares também sejam uma opção conveniente. O tempo de autonomia de trabalho varia de acordo com o consumo e a capacidade do tanque de combustível e são mais potentes e robustas do que as elétricas. Os motores são normalmente de dois tempos. Existem modelos de quatro tempos. Têm cilindradas de 20-90 cm3, desenvolvendo entre 1,4 e 5,5 kW (2-7 HP, aproximadamente).


Logicamente cum una maior potência é necessária uma maior capacidade de tanque de óleo lubrificante e combustível e uma maior espada, o que significa, naturalmente, um peso maior e menos capacidade de manobra.

As motosserras a gasolina tem um sistema de ignição electrónica, travão de corrente automático, travão de marcha continuada e sistemas anti-vibração para o conforto, segurança e facilidade de utilização.

Motosserras. Características e funções


Uma motosserra não é nada além de uma serra com um motor. Os dentes da serra são inseridos em uma espada e unidos por uma corrente que é responsável para transmitir o movimento gerado pelo motor.

Existem diferentes tipos dependendo do uso que vamos dar, com várias potências, gramaturas, tamanhos e sistemas de energia para a operação.

Em relação à finalidade podem se designar os seguintes tipos de motosserra:


Motosserras para cortar lenha, madeira e trabalho florestal: geralmente muito robustas e potentes. Montam motores a gasolina.




Motosserras para poda e desrame. Estas motosserras têm um tamanho pequeno e menos potência, menor peso e maior capacidade de manobra que permite um acesso folgado a áreas difíceis ou pouco acessíveis.



Motosserras de jardim.Som leves e de potência máis limitada. Seu uso em áreas interiores possibilita a escolha de motores elétricos, que exigem menor manutenção e têm motores mais silenciosos.


Funções das motosserras

Existem diversas funções a que podem dedicar-se. Motosserras de corte, poda e jardim. Motosserras para manutençao de árvores, corte de lenha e preparação de madeira para uso doméstico, abate e desrame ou mesmo trabalhos de bricolage. Outros tipos para remoção de barreiras, limpeza, corte de árvores caídas e trabalhos florestais profissionais. Outras com aplicações de construção e equipamento de emergência e corte de outros materiais. Trabalhos de agricultura, jardinagem, paisagismo etc.


Além disso, o desenho da espada ou da corrente das motosserras moudaram seu desenho para alcançar uma melhoria considerável em dispositivos de segurança, e uma maior capacidade de manipulación graças à inclusão de espadas curtas, leves e estreitas que permitem realizar trabalhos especiais de talha, significativamente mais sensíveis do que poderíamos pensar à primeira vista de esta ferramenta.



Para obter trabalhos máis específicos em outras profissões que têm pouco ou nada a ver com o mundo da poda, floresta, ou jardim, há dispositivos no mercado, especialmente concebidos com correntes e espadas específicas para corte de pedra ou betão. Estes têm aplicação óbvia no domínio da construção e som uma verdadeira ferramenta para os bombeiros e equipas de emergência para facilitar a abertura de estradas ou acesso a locais em circunstâncias extremas. Falamos aqui de motosserras superfície de corte reforçado e alimentadas por gasolina, devido logicamente a não dependência de uma fonte externa de energia e a alta potência necessária para a operação pela dureza destes materiais.